Jerusalém, a cada canto, é pura história

Jerusalém, capital do Estado de Israel, é considerada o berço de três religiões: judaísmo, cristianismo e islamismo. Até por isso, acaba sendo objeto de disputas políticas e territoriais que acabam por desencadear confrontos e, até mesmo, guerras.

Trata-se de uma das cidades mais importantes e sagradas do mundo, com uma história ímpar que só pode ser vivenciada caminhando por suas ruas, monumentos, locais religiosos e ou de peregrinação, museus etc. Mas, claro, sempre é possível trazer algumas curiosidades interessantes sobre ela:

1 – Os arqueólogos acreditam que a cidade de Jerusalém tenha sido fundada por povos semitas por volta do ano 2.600 antes de Cristo. Na tradição judaica, ela foi fundada por Sem e Éber, filho e neto do profeta Noé.

2 -Enquanto os judeus se referem a Jerusalém como “Cidade da Paz”, os árabes muçulmanos a tomam como “A Santa”.

3 – Ao longo da história, a cidade de Jerusalém foi destruída duas vezes, sitiada 23 vezes, atacada 52 vezes, e capturada e recapturada 44 vezes.

4 – Depois de Meca e Medina, ela é a terceira cidade mais importante do islamismo. Os seguidores do Alcorão acreditam que o profeta Maomé ascendeu aos céus em Jerusalém.

5 – A Cidade Velha de Jerusalém, rodeada por seus muros, abriga quatro bairros: judeu, cristão, muçulmano e armênio. É ali que ficam alguns dos pontos mais eloquentes da cidade, como o Muro das Lamentações, local mais sagrado para os judeus, e a Igreja do Santo Sepulcro / Via Sacra, que representam a história do cristianismo.

E então, partiu?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

× Fale conosco